Mais ideias provenientes do(a) Thaís
Na maior parte dos ambientes, optou-se por manter as paredes brancas a fim de ressaltar o madeiramento aparente do projeto, desenvolvido pelo escritório Arte Arquitetura. Amplas aberturas, livres de cortina, valorizam a paisagem.

Na maior parte dos ambientes, optou-se por manter as paredes brancas a fim de ressaltar o madeiramento aparente do projeto, desenvolvido pelo escritório Arte Arquitetura. Amplas aberturas, livres de cortina, valorizam a paisagem.

Apenas o banheiro da suíte recebeu persianas rolô na área do spa (Jacuzzi).

Apenas o banheiro da suíte recebeu persianas rolô na área do spa (Jacuzzi).

A cozinha, pequena e prática, fica num canto junto à sala de jantar. Ali, as paredes foram forradas com pastilhas de cerâmica branca(5 x 2 cm, da atlas). No lugar de luzes embutidas, pendentes sobre a bancada e a mesa dão um tom mais pontual e aconchegante(modelo RK 01037, da Reka). no piso que recobre toda a área, instalaram-se tábuas corridas de peroba-do-campo (10 cm de largura).

A cozinha, pequena e prática, fica num canto junto à sala de jantar. Ali, as paredes foram forradas com pastilhas de cerâmica branca(5 x 2 cm, da atlas). No lugar de luzes embutidas, pendentes sobre a bancada e a mesa dão um tom mais pontual e aconchegante(modelo RK 01037, da Reka). no piso que recobre toda a área, instalaram-se tábuas corridas de peroba-do-campo (10 cm de largura).

A estrutura metálica permitiu a montagem rápida, em cerca de dois meses. Mantida aparente, levou uma demão de zarcão e, depois, pintura esmalte em tom de ferro oxidado. De resto, a construção emprega esquadrias de madeira, portas venezianas e cobertura tradicional de telhas de barro.

A estrutura metálica permitiu a montagem rápida, em cerca de dois meses. Mantida aparente, levou uma demão de zarcão e, depois, pintura esmalte em tom de ferro oxidado. De resto, a construção emprega esquadrias de madeira, portas venezianas e cobertura tradicional de telhas de barro.

Casa de madeira na serra fluminense com piscina natural

Casa de madeira na serra fluminense com piscina natural

Bem em frente à entrada, a varanda ganhou uma cobertura diferente. O trecho de 2 x 6 m leva seis chapas de vidro temperado (10 mm) sobrepostas à pérgula de réguas de cumaru

Bem em frente à entrada, a varanda ganhou uma cobertura diferente. O trecho de 2 x 6 m leva seis chapas de vidro temperado (10 mm) sobrepostas à pérgula de réguas de cumaru

Casa de madeira na serra fluminense com piscina natural

Casa de madeira na serra fluminense com piscina natural

Mexemos pouco no terreno para implantar a casa. Preservamos a vegetação nativa de mata atlântica e o clima de roça, com direito à piscina natural, conta o arquiteto Luiz Eduardo Almeida

Mexemos pouco no terreno para implantar a casa. Preservamos a vegetação nativa de mata atlântica e o clima de roça, com direito à piscina natural, conta o arquiteto Luiz Eduardo Almeida

Armários moldados com tábuas corridas de peroba, as mesmas do piso, reforçam a harmonia de todo o espaço. A bancada, de mármore branco cintilante, é simples e enxuta. “O condomínio tem um restaurante com forno a lenha, e ninguém usa muito a cozinha por aqui”, explica a proprietária.

Armários moldados com tábuas corridas de peroba, as mesmas do piso, reforçam a harmonia de todo o espaço. A bancada, de mármore branco cintilante, é simples e enxuta. “O condomínio tem um restaurante com forno a lenha, e ninguém usa muito a cozinha por aqui”, explica a proprietária.

O deck de 3 x 5 m, montado com ripas de cumaru, serve de apoio à piscina natural.

O deck de 3 x 5 m, montado com ripas de cumaru, serve de apoio à piscina natural.