Explora Lua Crescente, Aberto e outros!

Explorar tópicos relacionados

A lua crescente com Earthshine passa perto aglomerado aberto M45, As Plêiades.

A lua crescente com Earthshine passa perto aglomerado aberto M45, As Plêiades.

O nascer do sol sobre o Oceano Pacífico Sul, como visto pela expedição de 35 membros da tripulação a bordo da Terra em órbita da Estação Espacial Internacional

O nascer do sol sobre o Oceano Pacífico Sul, como visto pela expedição de 35 membros da tripulação a bordo da Terra em órbita da Estação Espacial Internacional

Claudia Mitchell - first woman to have a bionic arm - a prosthetic limb that she controls with her mind.

Claudia Mitchell - first woman to have a bionic arm - a prosthetic limb that she controls with her mind.

Islândia, mais precisamente na Gullfoss, o lugarq eu tem meu coração mais do que qq outro.

Islândia, mais precisamente na Gullfoss, o lugarq eu tem meu coração mais do que qq outro.

Crab Pulsar Dazzles Astronomers with its Gamma-Ray...

Crab Pulsar Dazzles Astronomers with its Gamma-Ray...

Exposição sobre astrofotografia mostra os arenitos do Parque Estadual de Vila Velha com a luz das constelações

Exposição sobre astrofotografia mostra os arenitos do Parque Estadual de Vila Velha com a luz das constelações

Imagem feita pelo Hubble mostra um farol cósmico, a nebulosa do ovo, a 3.000 anos-luz da Terra. A nebulosa fica nesta forma quando a estrela está morrendo e seus restos quentes se iluminam ao serem expelidos e entrarem em contato com gás e poeira. A nebulosa do ovo é uma protonebulosa planetária, mas está longe de ser um planeta. Quando a  descobriram, no século XVIII, assemelhava-se com planetas do nosso sistema solar ao ser vista por telescópios.  Fotografia: Hubble Heritage Team/Nasa…

Imagem feita pelo Hubble mostra um farol cósmico, a nebulosa do ovo, a 3.000 anos-luz da Terra. A nebulosa fica nesta forma quando a estrela está morrendo e seus restos quentes se iluminam ao serem expelidos e entrarem em contato com gás e poeira. A nebulosa do ovo é uma protonebulosa planetária, mas está longe de ser um planeta. Quando a descobriram, no século XVIII, assemelhava-se com planetas do nosso sistema solar ao ser vista por telescópios. Fotografia: Hubble Heritage Team/Nasa…

Esta nova imagem obtida com o Very Large Telescope do ESO mostra a nebulosa planetária IC 1295, verde e brilhante, que rodeia uma estrela moribunda tênue situada a cerca de 3300 anos-luz de distância, na constelação do Escudo. Esta é a imagem mais detalhada deste objeto obtida até hoje.

Esta nova imagem obtida com o Very Large Telescope do ESO mostra a nebulosa planetária IC 1295, verde e brilhante, que rodeia uma estrela moribunda tênue situada a cerca de 3300 anos-luz de distância, na constelação do Escudo. Esta é a imagem mais detalhada deste objeto obtida até hoje.

4. Vulcão Pavlof, no Alasca

4. Vulcão Pavlof, no Alasca

Mandalas que dicen todo sin palabras.

Mandalas que dicen todo sin palabras.

Pinterest
Pesquisar