Explora Encontro Casual, Honestidade e outros!

Explorar tópicos relacionados

"Como encaixar uma entrega sincera em um espaço tão curto de tempo? O que realmente importa ser dito, ser feito? O que fica de fora? É interessante observar, na construção dos personagens, como questões universais, como morte, religião, amor e solidão são assuntos trabalhados em tom confessional, com uma honestidade que, teoricamente, não condiz com um primeiro encontro casual. Porém, abrigados pelo descompromisso advindo da brevidade do encontro, alheios ao receio de possíveis…

"Como encaixar uma entrega sincera em um espaço tão curto de tempo? O que realmente importa ser dito, ser feito? O que fica de fora? É interessante observar, na construção dos personagens, como questões universais, como morte, religião, amor e solidão são assuntos trabalhados em tom confessional, com uma honestidade que, teoricamente, não condiz com um primeiro encontro casual. Porém, abrigados pelo descompromisso advindo da brevidade do encontro, alheios ao receio de possíveis…

"As pessoas lembram-se da juventude como uma palavra da qual desejariam pertencer, afinal o que há nesta fase de tão especial?"

temos nosso próprio tempo

"As pessoas lembram-se da juventude como uma palavra da qual desejariam pertencer, afinal o que há nesta fase de tão especial?"

Para esquecer um grande amor é preciso partir. Se tiver chance de viajar, ótimo. Se não tiver, a solução é partir de você mesmo e voltar com outro ponto de vista. Trocar os móveis de lugar, comprar umas roupas novas, dormir do lado contrário da cama, entrar numa aula de desenho ou de violão. Acordar cedo e tomar água de coco sentada na areia de praia. É preciso sair da rotina e passar por essas…

5 semanas para esquecer um grande amor

Para esquecer um grande amor é preciso partir. Se tiver chance de viajar, ótimo. Se não tiver, a solução é partir de você mesmo e voltar com outro ponto de vista. Trocar os móveis de lugar, comprar umas roupas novas, dormir do lado contrário da cama, entrar numa aula de desenho ou de violão. Acordar cedo e tomar água de coco sentada na areia de praia. É preciso sair da rotina e passar por essas…

Com o tempo foi possível enxergar que as expectativas em cima de outras pessoas eram projeções únicas e exclusivamente minhas, e que ninguém era culpado em não atendê-las. Fato é que não sabemos nos bastar. Aliás, não queremos nos bastar. Entendemos que uma vez nos bastando, seremos reclusos em nossa individualidade, quando o que acontece é justamente o contrário. http://obviousmag.org/antonia_no_diva/2015/ninguem-e-de-ninguem.html

ninguém é de ninguém

Com o tempo foi possível enxergar que as expectativas em cima de outras pessoas eram projeções únicas e exclusivamente minhas, e que ninguém era culpado em não atendê-las. Fato é que não sabemos nos bastar. Aliás, não queremos nos bastar. Entendemos que uma vez nos bastando, seremos reclusos em nossa individualidade, quando o que acontece é justamente o contrário. http://obviousmag.org/antonia_no_diva/2015/ninguem-e-de-ninguem.html

"Talvez seja pelo fato de que o amor, sendo um enigma, não se deixa decifrar, repelindo toda tentativa de classificação ou definição. Por isso, a poesia, campo mítico por excelência, encontra na metáfora a compreensão melhor do amor. Efetivamente, a literatura nunca deixou de falar do amor."

"Talvez seja pelo fato de que o amor, sendo um enigma, não se deixa decifrar, repelindo toda tentativa de classificação ou definição. Por isso, a poesia, campo mítico por excelência, encontra na metáfora a compreensão melhor do amor. Efetivamente, a literatura nunca deixou de falar do amor."

"Quando passamos a enxergar o outro como é - e principalmente nos enxergamos tal qual somos - passamos a construir a base sólida de um amor real, e não a ventania de amores que só existem no pensamento e nos livros de grandes romancistas. Porque para viver um amor é preciso sagrar-se na ideia de que amor não segue modelo, nem base certa."

amor bom é amor correspondido

"Quando passamos a enxergar o outro como é - e principalmente nos enxergamos tal qual somos - passamos a construir a base sólida de um amor real, e não a ventania de amores que só existem no pensamento e nos livros de grandes romancistas. Porque para viver um amor é preciso sagrar-se na ideia de que amor não segue modelo, nem base certa."

Dos amores da vida. Dos que a gente tenta explicar.

um amor de qualquer jeito

Dos amores da vida. Dos que a gente tenta explicar.

"Sem o amor ao saber não evoluímos intelectualmente e emocionalmente. Sem o amor ao saber não temos senso crítico, não temos autocrítica. Sem o amor ao saber não nos reinventamos, não reciclamos nossas ideias e valores, nos fechamos dentro de nós mesmos, acreditando em paradigmas da infância."

por um mundo mais filosófico

"Sem o amor ao saber não evoluímos intelectualmente e emocionalmente. Sem o amor ao saber não temos senso crítico, não temos autocrítica. Sem o amor ao saber não nos reinventamos, não reciclamos nossas ideias e valores, nos fechamos dentro de nós mesmos, acreditando em paradigmas da infância."

Enquanto a tempestade chicoteava a Terra eles se amavam no quarto loucamente como se a morte os esperasse do lado de fora e a vida não fosse nada além de um relâmpago iluminando os olhos de Deus.

flor de lótus ou saudade de ser feliz de novo

Enquanto a tempestade chicoteava a Terra eles se amavam no quarto loucamente como se a morte os esperasse do lado de fora e a vida não fosse nada além de um relâmpago iluminando os olhos de Deus.

"As pessoas lembram-se da juventude como uma palavra da qual desejariam pertencer, afinal o que há nesta fase de tão especial?"

"As pessoas lembram-se da juventude como uma palavra da qual desejariam pertencer, afinal o que há nesta fase de tão especial?"

Pinterest
Pesquisar