Explora Não Sentir, Maioria Das e outros!

Explorar tópicos relacionados

"Infelizmente, sinto que a maioria das pessoas parece não sentir a mesma vontade de ver o mundo de forma mais apurada, com outros olhos, para eliminar os preconceitos. Preferem se conformar com os padrões criados pela sociedade"

"Infelizmente, sinto que a maioria das pessoas parece não sentir a mesma vontade de ver o mundo de forma mais apurada, com outros olhos, para eliminar os preconceitos. Preferem se conformar com os padrões criados pela sociedade"

"E por escolha você pode até pintar o seu cabelo de azul que vai se sentir super bem. E quanto às críticas você até se diverte com elas"

"Perder pode ser algo genuinamente bonito, a dor é parte de quem somos e de quem um dia ainda iremos ser. Não há nada de errado em sentir algo muito forte por alguém, ainda que ao final, não sejamos retribuídos com a mesma intensidade, não há nada de errado em nos expor, em nos machucarmos, isso nos torna mais humanos."

"Perder pode ser algo genuinamente bonito, a dor é parte de quem somos e de quem um dia ainda iremos ser. Não há nada de errado em sentir algo muito forte por alguém, ainda que ao final, não sejamos retribuídos com a mesma intensidade, não há nada de errado em nos expor, em nos machucarmos, isso nos torna mais humanos."

"O relacionamento Miojo é mais simples, mais fácil de conseguir e consequentemente vai fazer você se sentir bem por um tempo muito curto, até que você precise fazer tudo de novo. É um ciclo, quase um vício de autossabotagem. Você não domina o que faz e esconde o medo de se prender a alguém e ser infeliz, atrás da contínua procura por aceitação. Não gostou? Exclua!"

"O relacionamento Miojo é mais simples, mais fácil de conseguir e consequentemente vai fazer você se sentir bem por um tempo muito curto, até que você precise fazer tudo de novo. É um ciclo, quase um vício de autossabotagem. Você não domina o que faz e esconde o medo de se prender a alguém e ser infeliz, atrás da contínua procura por aceitação. Não gostou? Exclua!"

"O medo é crescente. Ele fixa os seus longos braços ao nosso redor, e em um afago tentador nos imobiliza diante do novo. Sussurra nos nossos ouvidos aquilo que não queremos ouvir, mas queremos sentir: comodidade."

"O medo é crescente. Ele fixa os seus longos braços ao nosso redor, e em um afago tentador nos imobiliza diante do novo. Sussurra nos nossos ouvidos aquilo que não queremos ouvir, mas queremos sentir: comodidade."

Estar só não é para gente que transforma tudo em um dramalhão mexicano, e sim para quem sabe ver de ângulos diferentes, sem se sentir vítima do destino.

Estar só não é para gente que transforma tudo em um dramalhão mexicano, e sim para quem sabe ver de ângulos diferentes, sem se sentir vítima do destino.

"Sair da zona de conforto é cruel para todos nós. Não por comodismo, mas porque nós - seres humanos - precisamos nos sentir seguros, protegidos."

"Sair da zona de conforto é cruel para todos nós. Não por comodismo, mas porque nós - seres humanos - precisamos nos sentir seguros, protegidos."

"O problema se dá quando as pessoas resolvem se privar de sentir, achando que isso pode levá-las a uma paz-de-espírito-ou-sei-lá-eu-o-quê. A raiz do problema não está no sentir, mas sim no modo com que as pessoas lidam com esse sentir."

"O problema se dá quando as pessoas resolvem se privar de sentir, achando que isso pode levá-las a uma paz-de-espírito-ou-sei-lá-eu-o-quê. A raiz do problema não está no sentir, mas sim no modo com que as pessoas lidam com esse sentir."

"Não há moral ou pretensão de resposta, há um confronto do sentir-íntimo frente ao cinismo em torno da memória-patrimônio invasiva, que ecoa nas ruínas uma vontade de poder sobre o que cada um de nós deve ou não relembrar."

"Não há moral ou pretensão de resposta, há um confronto do sentir-íntimo frente ao cinismo em torno da memória-patrimônio invasiva, que ecoa nas ruínas uma vontade de poder sobre o que cada um de nós deve ou não relembrar."

"Às vezes, é preciso uma complexa operação de resgate para trazer de volta o encantamento perdido. Nesse processo, um pouco de loucura não faz mal a ninguém. Aquela loucura boba, ingênua, que nos torna infantis. Temos andado tão secos que, qualquer dia desses, vamos sentir a alma se quebrar: esfarelada como um sequilho de nata."

"Às vezes, é preciso uma complexa operação de resgate para trazer de volta o encantamento perdido. Nesse processo, um pouco de loucura não faz mal a ninguém. Aquela loucura boba, ingênua, que nos torna infantis. Temos andado tão secos que, qualquer dia desses, vamos sentir a alma se quebrar: esfarelada como um sequilho de nata."

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Pesquisar