Explora Olhar, Tira e outros!

"Cada artista tem um universo que lhe é próprio, de onde tira matéria-prima para suas criações"

"Cada artista tem um universo que lhe é próprio, de onde tira matéria-prima para suas criações"

"Suas composições quebram o paradigma erudito do amor e trazem de forma clara, tocante e escancarada a beleza , as angústias , as dores e as alegrias de uma relação real. Em suas músicas não vemos casos de paixões idealizadas à la Nicholas Sparks , mas enxergamos tanta verdade nos versos que, em algum momento, parece que ele canta a nossa vida."

leoni e o talento para falar de amor

"Suas composições quebram o paradigma erudito do amor e trazem de forma clara, tocante e escancarada a beleza , as angústias , as dores e as alegrias de uma relação real. Em suas músicas não vemos casos de paixões idealizadas à la Nicholas Sparks , mas enxergamos tanta verdade nos versos que, em algum momento, parece que ele canta a nossa vida."

"O que impressiona não é apenas o estilo meticuloso, refletindo estrategicamente os recursos visuais da obra de arte original, mas Julianne fez um excelente trabalho de canalização de tais sujeitos."

julianne moore como obras de arte famosas

"O que impressiona não é apenas o estilo meticuloso, refletindo estrategicamente os recursos visuais da obra de arte original, mas Julianne fez um excelente trabalho de canalização de tais sujeitos."

"Morremos de medo de trocar hábitos, de mudar de ideias, convicções, de ver as coisas por outra perspectiva e damos um repeat automático nos comportamentos viciados e ranzinzas. Morremos de medo de olhar para o espelho da consciência e encarar os olhos nada atrativos das verdades de nossa alma..."

"Morremos de medo de trocar hábitos, de mudar de ideias, convicções, de ver as coisas por outra perspectiva e damos um repeat automático nos comportamentos viciados e ranzinzas. Morremos de medo de olhar para o espelho da consciência e encarar os olhos nada atrativos das verdades de nossa alma..."

"Em Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley, aparece uma sociedade onde não há espaço para o singular, onde o lema é "cada um é de todos", qualquer desvio de conduta, ou inquietação é sanado com o "soma" uma droga sem efeitos colaterais distribuída para a população."

"Em Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley, aparece uma sociedade onde não há espaço para o singular, onde o lema é "cada um é de todos", qualquer desvio de conduta, ou inquietação é sanado com o "soma" uma droga sem efeitos colaterais distribuída para a população."

Pinterest
Pesquisar