Explora Joaquim De, Em 1917 e outros!

Explorar tópicos relacionados

"Almanaque do Camponez" Proclamado como o almanaque mais lido nos Açores, Madeira, Américas e Canadá, o “Almanaque do Camponês” foi fundado em 1917 por Manuel Joaquim de Andrade.   É uma espécie de guia prático para agricultores e entusiastas, publica anualmente ao longo de 28 páginas informações úteis diversificadas, com exceção das marés, à semelhança do que faz no continente, desde 1929, o "Borda d"Água”. Disponível em: www.madeinazores.eu

"Almanaque do Camponez" Proclamado como o almanaque mais lido nos Açores, Madeira, Américas e Canadá, o “Almanaque do Camponês” foi fundado em 1917 por Manuel Joaquim de Andrade. É uma espécie de guia prático para agricultores e entusiastas, publica anualmente ao longo de 28 páginas informações úteis diversificadas, com exceção das marés, à semelhança do que faz no continente, desde 1929, o "Borda d"Água”. Disponível em: www.madeinazores.eu

"Livro do Tombo da Câmara da Vila da Praia" O livro ou códice que serve de Tombo da Vila da Praia contém o registo de documentos datados de 1450 a 1666. O registo iniciou-se no fl. 7, em 1606, conforme consta a fl. 128v e terminou em 1670. O sumário ou índice, com início a fl. 3v, só posteriormente foi introduzido, provavelmente na sequência da comissão dada a Antonio Diniz de Araújo para rubricar o livro, por termo lançado a fl. 2, em 1800. Disponível em: www.madeinazores.eu

"Livro do Tombo da Câmara da Vila da Praia" O livro ou códice que serve de Tombo da Vila da Praia contém o registo de documentos datados de 1450 a 1666. O registo iniciou-se no fl. 7, em 1606, conforme consta a fl. 128v e terminou em 1670. O sumário ou índice, com início a fl. 3v, só posteriormente foi introduzido, provavelmente na sequência da comissão dada a Antonio Diniz de Araújo para rubricar o livro, por termo lançado a fl. 2, em 1800. Disponível em: www.madeinazores.eu

"Posturas Camarárias dos Açores" (2 Volumes) Edição: Instituto Histórico da Ilha Terceira Organização: José Guilherme Reis Leite e Manuel Augusto de Faria Angra do Heroísmo 2007 Apresentação: José Guilherme Reis Leite Transcrição: Jorge Fernandes do Nascimento, José Sintra Martinheira, Manuel Augusto de Faria Índices: Manuel Augusto de Faria Edição patrocinada pela Presidência do Governo Regional dos Açores/ Direcção Regional da Cultura(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Posturas Camarárias dos Açores" (2 Volumes) Edição: Instituto Histórico da Ilha Terceira Organização: José Guilherme Reis Leite e Manuel Augusto de Faria Angra do Heroísmo 2007 Apresentação: José Guilherme Reis Leite Transcrição: Jorge Fernandes do Nascimento, José Sintra Martinheira, Manuel Augusto de Faria Índices: Manuel Augusto de Faria Edição patrocinada pela Presidência do Governo Regional dos Açores/ Direcção Regional da Cultura(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Posturas Camarárias dos Açores" (2 Volumes) Edição: Instituto Histórico da Ilha Terceira   Organização: José Guilherme Reis Leite e Manuel Augusto de Faria  Angra do Heroísmo 2007 Apresentação: José Guilherme Reis Leite Transcrição: Jorge Fernandes do Nascimento, José Sintra Martinheira, Manuel Augusto de Faria Índices: Manuel Augusto de Faria Edição patrocinada pela Presidência do Governo Regional dos Açores/ Direcção Regional da Cultura(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Posturas Camarárias dos Açores" (2 Volumes) Edição: Instituto Histórico da Ilha Terceira Organização: José Guilherme Reis Leite e Manuel Augusto de Faria Angra do Heroísmo 2007 Apresentação: José Guilherme Reis Leite Transcrição: Jorge Fernandes do Nascimento, José Sintra Martinheira, Manuel Augusto de Faria Índices: Manuel Augusto de Faria Edição patrocinada pela Presidência do Governo Regional dos Açores/ Direcção Regional da Cultura(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...)  Disponível em: www.madeinazores.eu

"Obras" (4 Volumes) Sobre o Autor: Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo, 4 de Dezembro de 1882 — Angra do Heroísmo, 24 de Fevereiro de 1955) foi um jurista, intelectual e político açoriano que se distinguiu como etnógrafo e animador do movimento cultural que levou à criação do Instituto Histórico da Ilha Terceira e das instituições equivalentes nos restantes antigos distritos dos Açores. É autor de uma extensa obra publicada(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Ruas da Cidade e Outros Escritos" Sobre o autor: Henrique Ferreira de Oliveira Brás (Angra do Heroísmo, 9 de Fevereiro de 1884 — Furnas, 11 de Agosto de 1947), mais conhecido por Henrique Brás, foi um advogado, jornalista, político e historiógrafo, que se notabilizou na vida forense e na actividade política no Distrito Autónomo de Angra do Heroísmo. Foi o primeiro governador civil após a implantação da República Portuguesa(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Ruas da Cidade e Outros Escritos" Sobre o autor: Henrique Ferreira de Oliveira Brás (Angra do Heroísmo, 9 de Fevereiro de 1884 — Furnas, 11 de Agosto de 1947), mais conhecido por Henrique Brás, foi um advogado, jornalista, político e historiógrafo, que se notabilizou na vida forense e na actividade política no Distrito Autónomo de Angra do Heroísmo. Foi o primeiro governador civil após a implantação da República Portuguesa(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes: Livro Terceiro - Do Século de Seiscentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

"Fénix Angrence" (3 Volumes) A Fenix Angrence é uma obra do padre Manuel Luís Maldonado, que embora verse sobre a genealogia e a história dos Açores em linhas gerais, dedica grande parte da sua atenção à ilha Terceira. A obra foi escrita entre 1683 e 1711, uma vez que os últimos capítulo encontram-se incompletos, presumivelmente pela morte do autor. A obra, na sua parte histórica divide-se em três partes: Livro Terceiro - Do Século de Seiscentos(...) Disponível em: www.madeinazores.eu

Pinterest
Pesquisar