Explora Dores, Preto e outros!

Explorar tópicos relacionados

Documento inédito mostra como a repressão monitorava integrantes do então embrionário movimento negro brasileiro

Documento inédito mostra como a repressão monitorava integrantes do então embrionário movimento negro brasileiro

Há 81 anos, Antonieta da Barros se tornava a primeira mulher negra a conquistar um mandato popular no Brasil. A professora, jornalista, feminista quase apagada dos livros de História, agora ganha um filme seu.

Você conhece a história da primeira deputada negra do Brasil

Há 81 anos, Antonieta da Barros se tornava a primeira mulher negra a conquistar um mandato popular no Brasil. A professora, jornalista, feminista quase apagada dos livros de História, agora ganha um filme seu.

Portrait of Afro-Brazilian man, Bahia, by Alberto Herschel, ca. 1869.

Portrait of Afro-Brazilian man, Bahia, by Alberto Herschel, ca. 1869.

Alberto Henschel - Instituto Moreira Salles

Alberto Henschel

Os brasileiros João Osvaldo Leivas Job, Carlos Alberto Ponzi, Átila Rohrsetzer e Marco Aurélio da Silva Reis serão processados na Itália pelo assassinato do cidadão ítalo-argentino Lorenzo Vinãs Gigli, cometido durante o período de atuação da Operação Condor. O juiz Alessandro Arturi, do Tribunal de Roma, aceitou a denúncia do procurador Carlos Capaldo e fixou a primeira audiência para o dia 26 de fevereiro. Se condenados, os militares brasileiros podem pegar prisão perpétua.

Os brasileiros João Osvaldo Leivas Job, Carlos Alberto Ponzi, Átila Rohrsetzer e Marco Aurélio da Silva Reis serão processados na Itália pelo assassinato do cidadão ítalo-argentino Lorenzo Vinãs Gigli, cometido durante o período de atuação da Operação Condor. O juiz Alessandro Arturi, do Tribunal de Roma, aceitou a denúncia do procurador Carlos Capaldo e fixou a primeira audiência para o dia 26 de fevereiro. Se condenados, os militares brasileiros podem pegar prisão perpétua.

Chame-me vossa dor - Correio IMS Machado de Assis e Joaquim Nabuco, 1906 - Acerco da Biblioteca Nacional

Chame-me vossa dor - Correio IMS Machado de Assis e Joaquim Nabuco, 1906 - Acerco da Biblioteca Nacional

Pinterest
Pesquisar