Explora Professores, Olhos e outros!

Explorar tópicos relacionados

Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés. Conhecer o frio para desfrutar o calor. Um homem precisa ir para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver. (Amyr Klink)

Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés. Conhecer o frio para desfrutar o calor. Um homem precisa ir para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver. (Amyr Klink)

Não ignore o seu cansaço e tudo que está sentindo, sua saúde mental é importante. Você não consegue pôr sua vida nos eixos se estiver fora de órbita.

Não ignore o seu cansaço e tudo que está sentindo, sua saúde mental é importante. Você não consegue pôr sua vida nos eixos se estiver fora de órbita.

Seu cérebro em números #infografico #brain #cerebro

Seu cérebro em números #infografico #brain #cerebro

Será que eu fiz a melhor a melhor escolha? Será que eu fiz certo? Será que eu fui justo? Será que isso vai ser bom?   Não há como saber de antemão, qualquer escolha que fazemos é um risco. Não há como ter certeza de onde nossas escolhas vão nos levar.  O que podemos fazer é escolher conscientemente, reconhecer como nos sentimos e nos atentar para as consequências...  Conforme vamos percebendo como nos sentimos, passamos a fazer escolhas mais alinhadas com o que nos faz bem.  (Bruno Carrasco)

Será que eu fiz a melhor a melhor escolha? Será que eu fiz certo? Será que eu fui justo? Será que isso vai ser bom? Não há como saber de antemão, qualquer escolha que fazemos é um risco. Não há como ter certeza de onde nossas escolhas vão nos levar. O que podemos fazer é escolher conscientemente, reconhecer como nos sentimos e nos atentar para as consequências... Conforme vamos percebendo como nos sentimos, passamos a fazer escolhas mais alinhadas com o que nos faz bem. (Bruno Carrasco)

Porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura e o que vejo são os meus sonhos. #AlbertoCaeiro #sonhos

Porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura e o que vejo são os meus sonhos. #AlbertoCaeiro #sonhos

A concepção do que é bom varia de pessoa para pessoa. Nem sempre é bom ser bom para satisfazer as expectativas dos outros, pois assim podemos deixar de satisfazer as nossas próprias. Ser bom depende do que cada pessoa acredita que é bom para si.

A concepção do que é bom varia de pessoa para pessoa. Nem sempre é bom ser bom para satisfazer as expectativas dos outros, pois assim podemos deixar de satisfazer as nossas próprias. Ser bom depende do que cada pessoa acredita que é bom para si.

Pode parecer estranho, mas na maioria das vezes dizer não pode ser a melhor maneira de nos afirmar.

Pode parecer estranho, mas na maioria das vezes dizer não pode ser a melhor maneira de nos afirmar.

O outro, para nós, é grande parte das vezes, um “eu-outro”, ou um “outro-eu”, ou seja, uma projeção do eu sobre as associações que fazemos sobre o outro. Porém, o outro é muito mais que isso, o outro é um outro complexo.

O outro, para nós, é grande parte das vezes, um “eu-outro”, ou um “outro-eu”, ou seja, uma projeção do eu sobre as associações que fazemos sobre o outro. Porém, o outro é muito mais que isso, o outro é um outro complexo.

Quando não somos capazes de mudar uma situação, nos deparamos diante do desafio de mudarmos a nós mesmos. (Victor Frankl)

Quando não somos capazes de mudar uma situação, nos deparamos diante do desafio de mudarmos a nós mesmos. (Victor Frankl)

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças...

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças...

Pinterest
Pesquisar