Explora Lugares Para Visitar, Html e outros!

Explorar tópicos relacionados

Crônicas Americanas: Coisas da nossa metrópole

Crônicas Americanas: Coisas da nossa metrópole

Crônicas Americanas: O discreto charme da elite

O discreto charme da elite (para quem quiser entender...) Na sala de jantar descrita pelo Gil e pelo Caetano, os burgueses estav...

Crônicas Americanas: Pensa, Moisés!

Pensa, Moisés! Quem já não ouviu a história de Michelangelo que, diante da perfeição da estátua de Moisés, que acabara de esculpir,...

Crônicas Americanas: As Sirenes da Cidade

Crônicas Americanas: As Sirenes da Cidade

Crônicas Americanas: Feriados americanos: vender é preciso

Feriados americanos: vender é preciso Os negócios não podem parar. As festas de final de ano estão acabando e os americanos já estão...

Crônicas Americanas: Nada de novo no front ocidental

Nada de novo no front ocidental Em algum lugar da América do Norte, o velhinho estava matando o tempo na varanda de sua casa. De re...

Crônicas Americanas: Usando das atribuições...

Usando das atribuições... Era uma espécie de magia, mas era uma magia reversa. Na época da Ditadura, quando os “homens do poder” re...

Crônicas Americanas: Es uma eternidad

Es una eternidad Era o mês de março de 1986 e eu tinha acabado de ganhar uma passagem de cortesia para Santiago do Chile. Não se pod...

Crônicas Americanas: O Nino Belvicino e a situação mundial

O Nino Belvicino e a situação mundial Eu notei que, ultimamente, meu grande amigo Nino tem estado muito preocupado. Não vai bem co...

Crônicas Americanas: Não se fazem mais velhinhos e velhinhas como antig...

Não se fazem mais velhinhos e velhinhas como antigamente Quando eu era um garoto, ou um “piá”, como dizia naqueles tempos o meu tio...

Pinterest
Pesquisar