Explora estas ideias e outras!

r u l l i   d e c o r a t i v i   e   c e m e n t i n e

r u l l i d e c o r a t i v i e c e m e n t i n e

K R I S - V A N D E N B R O E C K |

K R I S - V A N D E N B R O E C K |

28 de setembro de 2013 A poesia é água "O que escrevo não é o que tenho; é o que me falta. Escrevo porque tenho sede e não tenho água. Sou pote. A poesia é água." Rubem Alves P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

28 de setembro de 2013 A poesia é água "O que escrevo não é o que tenho; é o que me falta. Escrevo porque tenho sede e não tenho água. Sou pote. A poesia é água." Rubem Alves P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

A c u r a d e l l a F S / A n i m a t o r e d i g i t a l e O r n e l l a G A L L O 1 Il pensiero computazionale per gli studenti dell’Istituto Comprensivo “G.Pucciano” Bisignano Il pensiero computazionale è utile per qualsiasi attività...

A c u r a d e l l a F S / A n i m a t o r e d i g i t a l e O r n e l l a G A L L O 1 Il pensiero computazionale per gli studenti dell’Istituto Comprensivo “G.Pucciano” Bisignano Il pensiero computazionale è utile per qualsiasi attività...

3 de outubro de 2015 Um homem precisa viajar por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou tv. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar do calor e o oposto. Sentir a distância. Amyr Klink P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

3 de outubro de 2015 Um homem precisa viajar por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou tv. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés para entender o que é seu, para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar do calor e o oposto. Sentir a distância. Amyr Klink P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

5 de outubro de 2011 Alma é o nome do lugar onde se encontram esses pedaços perdidos de nós mesmos P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

5 de outubro de 2011 Alma é o nome do lugar onde se encontram esses pedaços perdidos de nós mesmos P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

25 de setembro de 2011 O Outro Como decifrar pictogramas de há dez mil anos se não sei decifrar minha escrita interior ? Interrogo signos dúbios e suas variações caleidoscópicas a cada segundo de observação. A verdade essencial é o desconhecido que me habita e a cada manhã me dá um soco. Carlos Drummond de Andrade P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

25 de setembro de 2011 O Outro Como decifrar pictogramas de há dez mil anos se não sei decifrar minha escrita interior ? Interrogo signos dúbios e suas variações caleidoscópicas a cada segundo de observação. A verdade essencial é o desconhecido que me habita e a cada manhã me dá um soco. Carlos Drummond de Andrade P A T C H W O R K *d a s* I D E I A S

https://www.behance.net/gallery/36398595/-2-Lugar-projetarorg-A-C-O-R-D-E-O-N-2016

https://www.behance.net/gallery/36398595/-2-Lugar-projetarorg-A-C-O-R-D-E-O-N-2016

G O L D E N . C R E E K . S T U D I O

G O L D E N . C R E E K . S T U D I O

Pinterest
Pesquisar