Explora Espírito Santo, Povo e outros!

Explorar tópicos relacionados

O eterno retorno do encontro | Essas narrativas datam dos séculos XVII, XVIII, na língua de alguns povos que nem existem mais. O XilãBalã é um texto sagrado, que tem tanta importância para os Maya quanto os textos sagrados da cultura do Ocidente. São textos que fundam a tradição e a memória - útero da cultura que cada uma dessas antigas tradições tem do ser social, da história, do mundo, da realidade circundante. | Ailton Krenak |

O eterno retorno do encontro | Essas narrativas datam dos séculos XVII, XVIII, na língua de alguns povos que nem existem mais. O XilãBalã é um texto sagrado, que tem tanta importância para os Maya quanto os textos sagrados da cultura do Ocidente. São textos que fundam a tradição e a memória - útero da cultura que cada uma dessas antigas tradições tem do ser social, da história, do mundo, da realidade circundante. | Ailton Krenak |

Indios Kuikuros.  Roger Fotografia.

Indios Kuikuros. Roger Fotografia.

Etnia Kuikuro/ Parque Indígena do Xingu.

Etnia Kuikuro/ Parque Indígena do Xingu.

Ricardo de Melo: Índios Brasileiros

Ricardo de Melo: Índios Brasileiros

http://central2.to.gov.br/img/?site=25=149=300

http://central2.to.gov.br/img/?site=25=149=300

Davi Kopenawa in action!  Blog da Funai: Povo Yanomami realiza manifestação na região do Ajarani, em Roraima

Davi Kopenawa in action! Blog da Funai: Povo Yanomami realiza manifestação na região do Ajarani, em Roraima

Actor David Midthunder (Hunkpapa Lakota, Hudeshabina Nakoda, & Sisseton Dakota)

Actor David Midthunder (Hunkpapa Lakota, Hudeshabina Nakoda, & Sisseton Dakota)

Etnia Pataxó. Os pataxós são um povo indígena brasileiro de língua da família maxakali.  Apesar de se expressarem na língua portuguesa, alguns grupos conservam seu idioma original, a língua maxacali (patxôhã). Em 2010, os pataxós totalizavam 11.833 pessoas, segundo dados da Fundação Nacional de Saúde. Vivem em sua maioria na Terra Indígena Barra Velha do Monte Pascoal, ao sul do município de Porto Seguro, no estado da Bahia, Brasil.

Etnia Pataxó. Os pataxós são um povo indígena brasileiro de língua da família maxakali. Apesar de se expressarem na língua portuguesa, alguns grupos conservam seu idioma original, a língua maxacali (patxôhã). Em 2010, os pataxós totalizavam 11.833 pessoas, segundo dados da Fundação Nacional de Saúde. Vivem em sua maioria na Terra Indígena Barra Velha do Monte Pascoal, ao sul do município de Porto Seguro, no estado da Bahia, Brasil.

André Baniwa, vindo do Rio Içana, no noroeste amazônico, foi o primeiro a falar: “Os Estados Nacionais já levam mais de 20 anos discutindo o problema da questão climática, um problema que aponta o fim do planeta, mas não encontram solução. E os povos indígenas conhecem e entendem que sua relação com a natureza é de respeito. Milenarmente os povos indígenas estão trabalhando para o bem-viver. O mundo inteiro precisa aprender”.

André Baniwa, vindo do Rio Içana, no noroeste amazônico, foi o primeiro a falar: “Os Estados Nacionais já levam mais de 20 anos discutindo o problema da questão climática, um problema que aponta o fim do planeta, mas não encontram solução. E os povos indígenas conhecem e entendem que sua relação com a natureza é de respeito. Milenarmente os povos indígenas estão trabalhando para o bem-viver. O mundo inteiro precisa aprender”.

Guarani-Kaiowá | GGN

Guarani-Kaiowá | GGN

Pinterest
Pesquisar