Explora Pessoas, Premio Nobel e outros!

Explorar tópicos relacionados

Transcrição da entrevista inédita feita por EL PAÍS com o autor de  O Tambor , em sua casa de Lübeck, em 21 de março

Transcrição da entrevista inédita feita por EL PAÍS com o autor de O Tambor , em sua casa de Lübeck, em 21 de março

Quatro décadas depois da crise de Oblivion, o continente Tamriel está sendo novamente ameaçado por uma terrível força do mal- trata-se de Umbriel, uma ilha flutuante que se alimenta exclusivamente de almas e ameaça destruir todos os povos por onde passa. E é sob a sombra de Umbriel que uma grande aventura começa, liderada por pessoas das mais diferentes origens- um lendário príncipe que acaba de descobrir um segredo; um espião que tenta desvendar uma grande conspiração; um mago obcecado por…

Quatro décadas depois da crise de Oblivion, o continente Tamriel está sendo novamente ameaçado por uma terrível força do mal- trata-se de Umbriel, uma ilha flutuante que se alimenta exclusivamente de almas e ameaça destruir todos os povos por onde passa. E é sob a sombra de Umbriel que uma grande aventura começa, liderada por pessoas das mais diferentes origens- um lendário príncipe que acaba de descobrir um segredo; um espião que tenta desvendar uma grande conspiração; um mago obcecado por…

Artista: Edu Monteiro|fotografia| Antropofagia é o ato de comer uma parte ou várias partes de um ser humano. Os povos que praticavam a antropofagia o faziam pensando que, assim, iriam adquirir as habilidades e força das pessoas que comiam.

Artista: Edu Monteiro|fotografia| Antropofagia é o ato de comer uma parte ou várias partes de um ser humano. Os povos que praticavam a antropofagia o faziam pensando que, assim, iriam adquirir as habilidades e força das pessoas que comiam.

50 SEGREDOS DAS PESSOAS QUE NUNCA ADOECEM:

50 SEGREDOS DAS PESSOAS QUE NUNCA ADOECEM:

Desde sua criação, em 1919, a OIT tem considerado, entre suas principais preocupações, a situação das chamadas “populações indígenas”, que representavam parte da força de trabalho nos domínios coloniais. Em 1921, a OIT deu início a uma série de estudos sobre as condições de trabalho dessas populações e em 1926 instituiu uma Comissão de Peritos em Trabalho Indígena para dar continuidade aos trabalhos já iniciados e emitir recomendações com vistas à adoção de normas internacionais sobre a…

Desde sua criação, em 1919, a OIT tem considerado, entre suas principais preocupações, a situação das chamadas “populações indígenas”, que representavam parte da força de trabalho nos domínios coloniais. Em 1921, a OIT deu início a uma série de estudos sobre as condições de trabalho dessas populações e em 1926 instituiu uma Comissão de Peritos em Trabalho Indígena para dar continuidade aos trabalhos já iniciados e emitir recomendações com vistas à adoção de normas internacionais sobre a…

Preservar um idioma é sempre uma maneira de manter viva toda uma cultura. Afinal, quando uma língua morre, morrem com ela todas as palavras que só existiam naquele universo e também desaparece uma maneira de ver o mundo. Era o que estava acontecendo com a tribo Wukchumi, natural da Califórnia, nos Estados Unidos. Com o avanço da dominação da região por povos não nativos, a tribo, antes formada por cerca de 50 mil pessoas, hoje conta com apenas 200 membros vivos. E, enquanto a maioria deles…

Preservar um idioma é sempre uma maneira de manter viva toda uma cultura. Afinal, quando uma língua morre, morrem com ela todas as palavras que só existiam naquele universo e também desaparece uma maneira de ver o mundo. Era o que estava acontecendo com a tribo Wukchumi, natural da Califórnia, nos Estados Unidos. Com o avanço da dominação da região por povos não nativos, a tribo, antes formada por cerca de 50 mil pessoas, hoje conta com apenas 200 membros vivos. E, enquanto a maioria deles…

Através de uma hashtag, se iniciou um movimento nas redes sociais em prol da paz. Cientes do ódio que a guerra entre Israel e Palestina desperta entre alguns judeus e árabes, usuários alheios a isso têm usado a #JewsAndArabsRefuseToBeEnemies ("Judeus e árabes se recusam a ser inimigos", em tradução livre) com fotos e mensagens que simbolizam a igualdade, o amor e o respeito entre ambos os povos. Mesmo que a tensão e a violência continue seguindo em frente em Gaza, duas pessoas se mobilizaram…

Movimento reúne fotos de árabes e judeus que se recusam a ser inimigos

Através de uma hashtag, se iniciou um movimento nas redes sociais em prol da paz. Cientes do ódio que a guerra entre Israel e Palestina desperta entre alguns judeus e árabes, usuários alheios a isso têm usado a #JewsAndArabsRefuseToBeEnemies ("Judeus e árabes se recusam a ser inimigos", em tradução livre) com fotos e mensagens que simbolizam a igualdade, o amor e o respeito entre ambos os povos. Mesmo que a tensão e a violência continue seguindo em frente em Gaza, duas pessoas se mobilizaram…

Porquê o cinema curdo é importante

Porquê o cinema curdo é importante

Por mais massacrados que tenham sido (e sigam sendo), os índios ainda representam fatia significativa da população brasileira. Segundo censo do IBGE, a população indígena brasileira passa de 817 mil pessoas, dividida em 305 etnias. Essas etnias representam 274 línguas indígenas diferentes. Para preservar e divulgar esses tesouros linguísticos, foi criado no último dia 7 de março o primeiro instituto de línguas indígenas do Brasil, em Brasília. O instituo nasceu por iniciativa de professores…

Instituto de línguas indígenas do Brasil trabalha para preservar 274 idiomas

Por mais massacrados que tenham sido (e sigam sendo), os índios ainda representam fatia significativa da população brasileira. Segundo censo do IBGE, a população indígena brasileira passa de 817 mil pessoas, dividida em 305 etnias. Essas etnias representam 274 línguas indígenas diferentes. Para preservar e divulgar esses tesouros linguísticos, foi criado no último dia 7 de março o primeiro instituto de línguas indígenas do Brasil, em Brasília. O instituo nasceu por iniciativa de professores…

Uma em cada quatro vítimas da escravidão moderna é criança | Pesquisa recente da OIT mostra que mais de 40 milhões de pessoas no mundo foram vítimas da escravidão moderna em 2016.

Uma em cada quatro vítimas da escravidão moderna é criança | Pesquisa recente da OIT mostra que mais de 40 milhões de pessoas no mundo foram vítimas da escravidão moderna em 2016.

Pinterest
Pesquisar