Explora Ser, Postagens e outros!

Explorar tópicos relacionados

Há algo de imutável na tua expressão que me assusta e faz acreditar que hei-de estar dentro do banco quando o assaltares.

Há algo de imutável na tua expressão que me assusta e faz acreditar que hei-de estar dentro do banco quando o assaltares.

Farei tudo o que puder para que ao saíres não me vejas à tua porta e quando entrares penses que acabei de chegar.

Farei tudo o que puder para que ao saíres não me vejas à tua porta e quando entrares penses que acabei de chegar.

Castelo desanimado com gente andante dentro. Era uma vez.

Castelo desanimado com gente andante dentro. Era uma vez.

O fogo que escapou das cinzas do que te ardeu, propagou-se pelas ruas e hoje há no teu nome mais chama do que nunca.

O fogo que escapou das cinzas do que te ardeu, propagou-se pelas ruas e hoje há no teu nome mais chama do que nunca.

Ainda era Novembro e apenas se ouviam as minhas palavras a quebrarem-se debaixo dos teus pés. Novembro não soa assim, disse-te, e voltei para trás.

Ainda era Novembro e apenas se ouviam as minhas palavras a quebrarem-se debaixo dos teus pés. Novembro não soa assim, disse-te, e voltei para trás.

Por ti, fiquei preso ao passado.  Por mim, deixo o meu olhar perder-se no futuro.

Por ti, fiquei preso ao passado. Por mim, deixo o meu olhar perder-se no futuro.

Sabes, no silêncio de um preto e branco tudo se torna mais nítido. Mesmo de olhos fechados.

Sabes, no silêncio de um preto e branco tudo se torna mais nítido. Mesmo de olhos fechados.

Sonhei a areia molhada, os pés pousados na maré baixa, o sol a cortar a neblina, os olhos da minha mãe e as saudades dela.

Sonhei a areia molhada, os pés pousados na maré baixa, o sol a cortar a neblina, os olhos da minha mãe e as saudades dela.

Só me apercebi que tinha acabado de cruzar um oceano quando abriste a porta da tua casa e vi que nas tuas paredes cheias de palavras estavam também as minhas.

Só me apercebi que tinha acabado de cruzar um oceano quando abriste a porta da tua casa e vi que nas tuas paredes cheias de palavras estavam também as minhas.

Esse mar desfolhou-se em vento e veio bater à tua porta. Não abras, que enches os olhos de sal.

Esse mar desfolhou-se em vento e veio bater à tua porta. Não abras, que enches os olhos de sal.

Pinterest
Pesquisar