Explora Casa Amarela, Sarau e outros!

Explorar tópicos relacionados

Sarau da Casa Amarela (30º) Enide Santos - A solidão da morte

Sarau da Casa Amarela (30º) Enide Santos - A solidão da morte

Diálogo SP | Saraus

Diálogo SP | Saraus

As palavras que poderiam identifica-lo Não foram inventadas Não foram editadas Nem mesmo sentidas por ninguém Somente por mim (Enide Santos)

As palavras que poderiam identifica-lo Não foram inventadas Não foram editadas Nem mesmo sentidas por ninguém Somente por mim (Enide Santos)

O fantasma da ingenuidade  é infinitamente mais cruel  que o da maldade.

O fantasma da ingenuidade é infinitamente mais cruel que o da maldade.

Letras & Versos: Apresentando Novos Poetas – Enide Santos

Letras & Versos: Apresentando Novos Poetas – Enide Santos

Foi na dureza dos meus passos  que aprendi a amansar meu coração. (Enide Santos)

Foi na dureza dos meus passos que aprendi a amansar meu coração. (Enide Santos)

Gosto da dor que sinto quando te vejo do ardor que flama-me até o interior da alma. Gosto do despeito que faço à amargura  da violência que condiciono à solidão. Gosto do deslumbramento que exita as minhas retinas sempre que te vejo, sempre que te sinto, sempre que te amo.

Gosto da dor que sinto quando te vejo do ardor que flama-me até o interior da alma. Gosto do despeito que faço à amargura da violência que condiciono à solidão. Gosto do deslumbramento que exita as minhas retinas sempre que te vejo, sempre que te sinto, sempre que te amo.

Saudade do silêncio de tua boca  quando a minha a tem. (Enide Santos)

Saudade do silêncio de tua boca quando a minha a tem. (Enide Santos)

O silêncio da solidão estilhaça dor por todos os meus sons. (Enide Santos)

O silêncio da solidão estilhaça dor por todos os meus sons. (Enide Santos)

Pinterest
Pesquisar