Explora Anos 1890, Carlos José e outros!

Explorar tópicos relacionados

Em meio a discursos, códigos de postura, representações e imagens que projetavam São Paulo como a metrópole que mais crescia no Brasil, síntese do progresso e do desenvolvimento de uma cultura urbano-fabril, Carlos José construiu tabelas e quadros estatísticos a partir de relatórios governamentais, censos demográficos e estudos sobre a população de São Paulo entre os anos 1890 e 1915, trazendo à tona proporções de seus habitantes que então viviam, trabalhavam e experimentavam a pobreza, a…

Em meio a discursos, códigos de postura, representações e imagens que projetavam São Paulo como a metrópole que mais crescia no Brasil, síntese do progresso e do desenvolvimento de uma cultura urbano-fabril, Carlos José construiu tabelas e quadros estatísticos a partir de relatórios governamentais, censos demográficos e estudos sobre a população de São Paulo entre os anos 1890 e 1915, trazendo à tona proporções de seus habitantes que então viviam, trabalhavam e experimentavam a pobreza, a…

CORTIÇOS NA CIDADE CONCEITO E PRECONCEITO NA REESTR. DO CENTRO URB.SP  Formato: Livro Autor: PICCINI, ANDREA Idioma: PORTUGUES Editora: ANNA...

CORTIÇOS NA CIDADE CONCEITO E PRECONCEITO NA REESTR. DO CENTRO URB.SP Formato: Livro Autor: PICCINI, ANDREA Idioma: PORTUGUES Editora: ANNA...

O estudo das relações entre história e memória é o ponto de partida para este trabalho de Sílvio Luiz Lofego, cujo objeto, o livro Histórias e tradições da cidade de São Paulo, de Ernani Silva Bruno, permite acompanhar a história paulistana desde o seu início como arraial de sertanistas, depois burgo de estudantes, metrópole do café, chegando até a industrialização da década de 1950. Pelas interferências temporais, desvela-nos a transformação do espaço urbano, as polaridades entre o velho e…

O estudo das relações entre história e memória é o ponto de partida para este trabalho de Sílvio Luiz Lofego, cujo objeto, o livro Histórias e tradições da cidade de São Paulo, de Ernani Silva Bruno, permite acompanhar a história paulistana desde o seu início como arraial de sertanistas, depois burgo de estudantes, metrópole do café, chegando até a industrialização da década de 1950. Pelas interferências temporais, desvela-nos a transformação do espaço urbano, as polaridades entre o velho e…

Em 'Cidadania cultural - O direito à cultura', a filósofa Marilena Chaui trata de questões centrais do debate político e intelectual da atualidade. Retomando as discussões sobre o nacional e o popular na cultura e apresentando um balanço de sua atuação na Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo no início dos anos 1990

Em 'Cidadania cultural - O direito à cultura', a filósofa Marilena Chaui trata de questões centrais do debate político e intelectual da atualidade. Retomando as discussões sobre o nacional e o popular na cultura e apresentando um balanço de sua atuação na Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo no início dos anos 1990

A história da cidade de São Paulo vista pelos nomes de seus logradouros. É o que nos traz Maria Vicentina de Paula do Amaral Dick neste livro. Amparada por uma vasta pesquisa que resultou na sua tese de livre-docência, a autora mostra como se efetuou a denominação dos acidentes naturais e culturais de São Paulo dos quinhentos aos oitocentos, proporcionando contribuições importantes e originais também a pesquisadores de áreas como história e ciências sociais.

A história da cidade de São Paulo vista pelos nomes de seus logradouros. É o que nos traz Maria Vicentina de Paula do Amaral Dick neste livro. Amparada por uma vasta pesquisa que resultou na sua tese de livre-docência, a autora mostra como se efetuou a denominação dos acidentes naturais e culturais de São Paulo dos quinhentos aos oitocentos, proporcionando contribuições importantes e originais também a pesquisadores de áreas como história e ciências sociais.

O objetivo dos autores é exatamente orientar os líderes de negócios na busca por novo capital estratégico, romper antigos hábitos e descobrir novas formas de ação. Para isso, é necessário sair do que eles chamam de 'zona de conforto' para ingressar nas novas 'zonas de oportunidades'. Além disso, é importante também admitir limitações.

O objetivo dos autores é exatamente orientar os líderes de negócios na busca por novo capital estratégico, romper antigos hábitos e descobrir novas formas de ação. Para isso, é necessário sair do que eles chamam de 'zona de conforto' para ingressar nas novas 'zonas de oportunidades'. Além disso, é importante também admitir limitações.

BLECAUTE

BLECAUTE

Acompanha a produção de um espaço urbano, a qual se distingue por sua característica coletiva e se deve ao conjunto anônimo de imigrantes, marco inicial do processo, até a obra contemporânea, assinada individualmente por arquitetos de mesma extração.

Acompanha a produção de um espaço urbano, a qual se distingue por sua característica coletiva e se deve ao conjunto anônimo de imigrantes, marco inicial do processo, até a obra contemporânea, assinada individualmente por arquitetos de mesma extração.

Aqui, o autor passeia pelas sociedades, desde o iluminismo, ilustrando as três concepções de identidade que, segundo ele, sempre vigoraram - o sujeito do iluminismo, o sociológico e o pós-moderno.

Aqui, o autor passeia pelas sociedades, desde o iluminismo, ilustrando as três concepções de identidade que, segundo ele, sempre vigoraram - o sujeito do iluminismo, o sociológico e o pós-moderno.

O que faz com que um produto, um serviço ou mesmo atitudes virem moda da noite para o dia? Que tipo de mudança faz, por exemplo, com que livros desconhecidos se transformem em best-sellers? Ou o que explica o aumento do consumo de cigarros entre os adolescentes, apesar da campanha antitabagista? Neste livro Malcolm Gladwell pretende mostrar como entender fenômenos sociais desse tipo - vê-los como epidemias.

O que faz com que um produto, um serviço ou mesmo atitudes virem moda da noite para o dia? Que tipo de mudança faz, por exemplo, com que livros desconhecidos se transformem em best-sellers? Ou o que explica o aumento do consumo de cigarros entre os adolescentes, apesar da campanha antitabagista? Neste livro Malcolm Gladwell pretende mostrar como entender fenômenos sociais desse tipo - vê-los como epidemias.

Pinterest • O catálogo mundial de ideias
Pesquisar