Explora Em Paz, Brasil e outros!

Explorar tópicos relacionados

Manoel nasceu diferente. Nasceu meio tronco, meio pena. manoel de barros.jpg

Manoel nasceu diferente. Nasceu meio tronco, meio pena. manoel de barros.jpg

Nick Georgiou é um contador de estórias. E para isso serve-se de jornais e revistas que molda em forma de figuras humanas e animais que impressionam pela sua expressividade. O declínio da imprensa assume-se, neste caso, como uma nova e refrescante perspectiva sobre a arte. http://obviousmag.org/archives/2011/01/jornais_contam_estorias_em_forma_de_esculturas.html

Nick Georgiou é um contador de estórias. E para isso serve-se de jornais e revistas que molda em forma de figuras humanas e animais que impressionam pela sua expressividade. O declínio da imprensa assume-se, neste caso, como uma nova e refrescante perspectiva sobre a arte. http://obviousmag.org/archives/2011/01/jornais_contam_estorias_em_forma_de_esculturas.html

"Morremos de medo de trocar hábitos, de mudar de ideias, convicções, de ver as coisas por outra perspectiva e damos um repeat automático nos comportamentos viciados e ranzinzas. Morremos de medo de olhar para o espelho da consciência e encarar os olhos nada atrativos das verdades de nossa alma..."

"Morremos de medo de trocar hábitos, de mudar de ideias, convicções, de ver as coisas por outra perspectiva e damos um repeat automático nos comportamentos viciados e ranzinzas. Morremos de medo de olhar para o espelho da consciência e encarar os olhos nada atrativos das verdades de nossa alma..."

""O exorcista" apresenta uma boa história, que foi adaptada de um livro consistente e dramático. Por sua vez, o livro baseou-se em fatos reais. Inclusive, o autor do romance o escreveu a pedido de padres jesuítas para alertar as pessoas. Embora o filme tenha se centrado nos aspectos assustadores do livro, deixando em segundo plano o lado mais dramático e profundo da obra literária, podemos perceber nitidamente alguns conflitos bem interessantes na versão cinematográfica..."

""O exorcista" apresenta uma boa história, que foi adaptada de um livro consistente e dramático. Por sua vez, o livro baseou-se em fatos reais. Inclusive, o autor do romance o escreveu a pedido de padres jesuítas para alertar as pessoas. Embora o filme tenha se centrado nos aspectos assustadores do livro, deixando em segundo plano o lado mais dramático e profundo da obra literária, podemos perceber nitidamente alguns conflitos bem interessantes na versão cinematográfica..."

"Talvez seja pelo fato de que o amor, sendo um enigma, não se deixa decifrar, repelindo toda tentativa de classificação ou definição. Por isso, a poesia, campo mítico por excelência, encontra na metáfora a compreensão melhor do amor. Efetivamente, a literatura nunca deixou de falar do amor."

"Talvez seja pelo fato de que o amor, sendo um enigma, não se deixa decifrar, repelindo toda tentativa de classificação ou definição. Por isso, a poesia, campo mítico por excelência, encontra na metáfora a compreensão melhor do amor. Efetivamente, a literatura nunca deixou de falar do amor."

"pela cultura na qual somos formados, romanceamos nossas prisões, enchemo-las de adornos, flores e citações descontextualizadas de Clarice Lispector. (...) não nego a responsabilidade daquele que cativa, mas proponho algo que talvez até demande uma responsabilidade maior: é tempo de abandonar todas as pretensões de aprisionamento do outro; destruir qualquer intenção de cativeiro e, quem sabe um dia, amar sem construir cercas e sem adestrar o outro para o nosso afago como recompensa."

o que quer dizer cativar?

"pela cultura na qual somos formados, romanceamos nossas prisões, enchemo-las de adornos, flores e citações descontextualizadas de Clarice Lispector. (...) não nego a responsabilidade daquele que cativa, mas proponho algo que talvez até demande uma responsabilidade maior: é tempo de abandonar todas as pretensões de aprisionamento do outro; destruir qualquer intenção de cativeiro e, quem sabe um dia, amar sem construir cercas e sem adestrar o outro para o nosso afago como recompensa."

"O universo de Millenium converge numa diversidade de temas complexos como sexualidade e gênero, misoginia, psicopatia, tráfego de mulheres e prostituição, ideologia de direita, especulação financeira e corrupção. Tudo acontecendo ao mesmo tempo, demonstrando a visão de mundo de um autor nada ingênuo, como um profundo conhecer da sua época."

"O universo de Millenium converge numa diversidade de temas complexos como sexualidade e gênero, misoginia, psicopatia, tráfego de mulheres e prostituição, ideologia de direita, especulação financeira e corrupção. Tudo acontecendo ao mesmo tempo, demonstrando a visão de mundo de um autor nada ingênuo, como um profundo conhecer da sua época."

Clube Anfitrião,Ravenclaw,Noturno,Astronomia,Belas Fotos,Ópera,Música,Prazer,Music Sheets

Toda criança tem o seu brinquedo preferido que carrega pra lá e pra cá. Pode ser um carrinho, uma boneca, um bicho de pelúcia, uma bola… O fotógrafo italiano Gabriele Galimberti fez um livro chamado  Histórias de Brinquedos: Fotos de Crianças ao Redor do Mundo e Suas Coisas Favoritas (ou, no original, Toy Stories: Photos of Children From Around the World and Their Favorite Things) com retratos de crianças de 58 diferentes países.

Toda criança tem o seu brinquedo preferido que carrega pra lá e pra cá. Pode ser um carrinho, uma boneca, um bicho de pelúcia, uma bola… O fotógrafo italiano Gabriele Galimberti fez um livro chamado Histórias de Brinquedos: Fotos de Crianças ao Redor do Mundo e Suas Coisas Favoritas (ou, no original, Toy Stories: Photos of Children From Around the World and Their Favorite Things) com retratos de crianças de 58 diferentes países.

Pinterest
Pesquisar