Explora Nomes, Jornalismo e outros!

Explorar tópicos relacionados

O jornalista Rafael Kenski é um dos grandes nomes do newsgame no Brasil e um dos pioneiros do Alternate Reality Games (ARGs), jogos colaborativos que misturam ficção e realidade. Nesta entrevista, ele explica por que "é quase uma obrigação experimentar com essa mídia em um momento em que o modelo tradicional do jornalismo perde gradativamente a sua importância".

O jornalista Rafael Kenski é um dos grandes nomes do newsgame no Brasil e um dos pioneiros do Alternate Reality Games (ARGs), jogos colaborativos que misturam ficção e realidade. Nesta entrevista, ele explica por que "é quase uma obrigação experimentar com essa mídia em um momento em que o modelo tradicional do jornalismo perde gradativamente a sua importância".

Para Alejandro Formanchuk, presidente da Associação Argentina de Comunicação Interna, é necessário recuperar o caráter estratégico da comunicação nas organizações.

Para Alejandro Formanchuk, presidente da Associação Argentina de Comunicação Interna, é necessário recuperar o caráter estratégico da comunicação nas organizações.

O jornalista Ademir Veroneze reflete sobre as perspectivas da União Europeia ao estruturar relacionamentos globais por meio de um paradigma cultural.

O jornalista Ademir Veroneze reflete sobre as perspectivas da União Europeia ao estruturar relacionamentos globais por meio de um paradigma cultural.

Em entrevista, Fabio Di Renzo, gerente de Comunicação Interna e Endomarketing da TAM Linhas Aéreas, fala sobre as estratégias e desafios da empresa.

Em entrevista, Fabio Di Renzo, gerente de Comunicação Interna e Endomarketing da TAM Linhas Aéreas, fala sobre as estratégias e desafios da empresa.

Ricardo Voltolini é uma dos primeiros consultores em sustentabilidade empresarial do Brasil. É diretor-presidente da Ideia Sustentável: Estratégia e Inteligência em Sustentabilidade, idealizador da Plataforma Liderança Sustentável. Leia seu artigo 'Storytelling a serviço de uma nova economia'.

Ricardo Voltolini é uma dos primeiros consultores em sustentabilidade empresarial do Brasil. É diretor-presidente da Ideia Sustentável: Estratégia e Inteligência em Sustentabilidade, idealizador da Plataforma Liderança Sustentável. Leia seu artigo 'Storytelling a serviço de uma nova economia'.

Para o designer e artista plástico Cláudio Gil, "Desenhar letras é torná-las vivas". Confira a entrevista com o calígrafo.

Para o designer e artista plástico Cláudio Gil, "Desenhar letras é torná-las vivas". Confira a entrevista com o calígrafo.

No livro 'Dias de Inferno na Síria', Klester Cavalcanti conta sua experiência em uma prisão, em Homs. O jornalista viajou à Síria para cobrir a guerra civil no país, porém foi preso pelo exército do ditador Bashar Al-Saad e ficou encarcerado durante seis dias.

No livro 'Dias de Inferno na Síria', Klester Cavalcanti conta sua experiência em uma prisão, em Homs. O jornalista viajou à Síria para cobrir a guerra civil no país, porém foi preso pelo exército do ditador Bashar Al-Saad e ficou encarcerado durante seis dias.

Quem vê o brasileiro mais preocupado com o time do coração do que em ocupar as ruas contra a corrupção ou em defesa de uma proposta partidária pode julgar que o avanço do Estado Democrático brasileiro beira a Série B. Mas, afeito a paralelismos entre política e futebol e estudioso do Brasil de longa data, o antropólogo Roberto DaMatta vem nos lembrar dos avanços que a nossa jovem democracia, ainda nas fraldas, mostra na História recente.

Quem vê o brasileiro mais preocupado com o time do coração do que em ocupar as ruas contra a corrupção ou em defesa de uma proposta partidária pode julgar que o avanço do Estado Democrático brasileiro beira a Série B. Mas, afeito a paralelismos entre política e futebol e estudioso do Brasil de longa data, o antropólogo Roberto DaMatta vem nos lembrar dos avanços que a nossa jovem democracia, ainda nas fraldas, mostra na História recente.

Jaílson de Souza e Silva, fundador da ONG Observatório das Favelas: 'Não precisamos de Unidades de Polícia Pacificadora, mas sim Unidades de Políticas Públicas'.

Jaílson de Souza e Silva, fundador da ONG Observatório das Favelas: 'Não precisamos de Unidades de Polícia Pacificadora, mas sim Unidades de Políticas Públicas'.

"Os aeroportos e os aviões viraram um grande churrasco na laje. O futuro do mundo é ser brega". O que não faltam são afirmações desse teor no novo livro de Luiz Felipe Pondé, Guia politicamente incorreto da filosofia (Ed. Leya). A irreverência tem um alvo preciso: o fenômeno do politicamente correto, ironicamente apelidado pelo autor de 'praga PC' (leia mais na entrevista com o filósofo)

"Os aeroportos e os aviões viraram um grande churrasco na laje. O futuro do mundo é ser brega". O que não faltam são afirmações desse teor no novo livro de Luiz Felipe Pondé, Guia politicamente incorreto da filosofia (Ed. Leya). A irreverência tem um alvo preciso: o fenômeno do politicamente correto, ironicamente apelidado pelo autor de 'praga PC' (leia mais na entrevista com o filósofo)

Pinterest
Pesquisar