Explora Caminhos, Criativo e outros!

Explorar tópicos relacionados

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Foi em fevereiro que 2012 que surgiu o Pimp My Carroça com a ideia de aprimorar e tornar coletivo o projeto do artista. A primeira edição rolou durante a Virada Sustentável no Vale do Anhangabaú, São Paulo, em junho do mesmo ano. A adesão foi tão grande que em julho de 2014 surgiu a PIMPEX, uma mini-versão independente e autônoma do projeto para chegar em mais cidades.

Foi em fevereiro que 2012 que surgiu o Pimp My Carroça com a ideia de aprimorar e tornar coletivo o projeto do artista. A primeira edição rolou durante a Virada Sustentável no Vale do Anhangabaú, São Paulo, em junho do mesmo ano. A adesão foi tão grande que em julho de 2014 surgiu a PIMPEX, uma mini-versão independente e autônoma do projeto para chegar em mais cidades.

Basta colocá-lo no ouvido para escutar a tradução. Incrível!

Basta colocá-lo no ouvido para escutar a tradução. Incrível!

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Fazer o bem sem olhar a quem, doando roupas a quem precisa. Essa é a proposta do The Street Store, uma iniciativa internacional que também está conquistando o coração dos brasileiros. A ideia surgiu em janeiro de 2014, na Cidade do Cabo, na África do Sul, como uma loja de rua sem fins lucrativos.

Fazer o bem sem olhar a quem, doando roupas a quem precisa. Essa é a proposta do The Street Store, uma iniciativa internacional que também está conquistando o coração dos brasileiros. A ideia surgiu em janeiro de 2014, na Cidade do Cabo, na África do Sul, como uma loja de rua sem fins lucrativos.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Para a Pandust, ser diferente é apenas ser aquilo que você é como essência. Compartilhar, cuidar, conhecer, amar, aprender, produzir e seguir seus caminhos. Seguir seus sonhos, estar em contato consigo mesmo, respeitar seu ritmo e se projetar pro futuro com sensibilidade.

Fazer o bem sem olhar a quem, doando roupas a quem precisa. Essa é a proposta do The Street Store, uma iniciativa internacional que também está conquistando o coração dos brasileiros. A ideia surgiu em janeiro de 2014, na Cidade do Cabo, na África do Sul, como uma loja de rua sem fins lucrativos.

Fazer o bem sem olhar a quem, doando roupas a quem precisa. Essa é a proposta do The Street Store, uma iniciativa internacional que também está conquistando o coração dos brasileiros. A ideia surgiu em janeiro de 2014, na Cidade do Cabo, na África do Sul, como uma loja de rua sem fins lucrativos.

simbolos-para-tatuagens-pequenas-para-quem-gosta-de-ser-rebelde-mas-discreto 3

simbolos-para-tatuagens-pequenas-para-quem-gosta-de-ser-rebelde-mas-discreto 3

Pinterest
Pesquisar