Explora Respeito, Hebraico e outros!

Explorar tópicos relacionados

Amós Boiadeiro Os israelitas atribuíam aos membros do corpo atividades, não apenas físicas, mas também psíquicas; o hebraico tem muitas expressões que o leitor moderno estaria inclinado a interpretar em sentido metafórico, que, no entanto, originariamente eram entendidas no sentido próprio. Na psicologia rudimentar dos israelitas, cada atividade psíquica e mesmo espiritual era atribuída a um determinado membro do corpo ou órgão. Isso se verifica não apenas no que diz respeito à alma (nefesh…

Amós Boiadeiro Os israelitas atribuíam aos membros do corpo atividades, não apenas físicas, mas também psíquicas; o hebraico tem muitas expressões que o leitor moderno estaria inclinado a interpretar em sentido metafórico, que, no entanto, originariamente eram entendidas no sentido próprio. Na psicologia rudimentar dos israelitas, cada atividade psíquica e mesmo espiritual era atribuída a um determinado membro do corpo ou órgão. Isso se verifica não apenas no que diz respeito à alma (nefesh…

Mas que dificuldade de dizer sim!  Quando visitei a cidade de Assis, na Itália, e as relíquias de São Francisco, um fato me marcou de modo negativo: o santo, que me parece mais próximo do amor de Jesus e da comunhão com a Natureza, usava instrumentos para se torturar, para fazer penitência.

Mas que dificuldade de dizer sim! Quando visitei a cidade de Assis, na Itália, e as relíquias de São Francisco, um fato me marcou de modo negativo: o santo, que me parece mais próximo do amor de Jesus e da comunhão com a Natureza, usava instrumentos para se torturar, para fazer penitência.

A Natureza é a porta-voz de Deus No seu poema Natal, Fernando Pessoa escreve: Cega, a Ciência a inútil gleba lavra. Louca, a Fé vive o sonho de seu culto. Um novo deus é só uma palavra. Não procures nem creias: tudo é oculto.

A Natureza é a porta-voz de Deus No seu poema Natal, Fernando Pessoa escreve: Cega, a Ciência a inútil gleba lavra. Louca, a Fé vive o sonho de seu culto. Um novo deus é só uma palavra. Não procures nem creias: tudo é oculto.

A culpa é da minha lógica O providencial comentário de um amigo de mocidade sobre a postagem de anteontem me fez refletir diante de um fato que tem se repetido com certa frequência: existem coisas que só têm lógica para mim mesmo. Esta não é a primeira vez em que eu precisarei retroagir no tempo para tentar ser claro o suficiente para que as minhas palavras estejam no mesmo patamar daquilo que a minha lógica pretende apresentar.

A culpa é da minha lógica O providencial comentário de um amigo de mocidade sobre a postagem de anteontem me fez refletir diante de um fato que tem se repetido com certa frequência: existem coisas que só têm lógica para mim mesmo. Esta não é a primeira vez em que eu precisarei retroagir no tempo para tentar ser claro o suficiente para que as minhas palavras estejam no mesmo patamar daquilo que a minha lógica pretende apresentar.

Embora hoje em dia se tente de todas as formas, as possíveis e as inimagináveis, provar o contrário, toda a história do Cristianismo nos conta que ele nunca privilegiou uma fé que se baseia única e tão somente em resultados. Confesso a vocês que passo por certas situações em que fico tentado a pensar dessa forma, mas logo me vem à mente inúmeras razões para não fazê-lo.

Embora hoje em dia se tente de todas as formas, as possíveis e as inimagináveis, provar o contrário, toda a história do Cristianismo nos conta que ele nunca privilegiou uma fé que se baseia única e tão somente em resultados. Confesso a vocês que passo por certas situações em que fico tentado a pensar dessa forma, mas logo me vem à mente inúmeras razões para não fazê-lo.

O que é HOSPITALIDADE? O hóspede que passa e pede o teto que lhe falta lembra em primeiro lugar a Israel, sua condição passada de estrangeiro escravizado, em seguida a sua condição presente de viandante sobre a terra. Esse hóspede tem pois necessidade de ser acolhido e tratado com amor, em nome de Deus que o ama. O hospedeiro não recuará diante dos maiores sacrifícios para defendê-lo

O que é HOSPITALIDADE? O hóspede que passa e pede o teto que lhe falta lembra em primeiro lugar a Israel, sua condição passada de estrangeiro escravizado, em seguida a sua condição presente de viandante sobre a terra. Esse hóspede tem pois necessidade de ser acolhido e tratado com amor, em nome de Deus que o ama. O hospedeiro não recuará diante dos maiores sacrifícios para defendê-lo

O que é ESCRAVO?  Em Israel, os prisioneiros de guerra não-israelitas eram vendidos como escravos, e o preço variava entre 30 e 40 siclos, ou seja, menos de meio quilo de prata: Ex 21.32 - Se o boi chifrar um escravo ou uma escrava, dar-se-ão trinta siclos de prata ao senhor destes, e o boi será apedrejado. Somente os escravos estrangeiros podiam ser vendidos e com¬prados, e um grande mercado era a cidade de Tiro de Sidom:

O que é ESCRAVO? Em Israel, os prisioneiros de guerra não-israelitas eram vendidos como escravos, e o preço variava entre 30 e 40 siclos, ou seja, menos de meio quilo de prata: Ex 21.32 - Se o boi chifrar um escravo ou uma escrava, dar-se-ão trinta siclos de prata ao senhor destes, e o boi será apedrejado. Somente os escravos estrangeiros podiam ser vendidos e com¬prados, e um grande mercado era a cidade de Tiro de Sidom:

Quem aponta ou o que aponta? II  Além da atração mórbida pela suntuosidade dos grandes empreendimentos humanos, sempre existiu um outro erro de julgamento que marcou presença na igreja ao longo da sua existência. Para ser sincero, este é mais um erro de julgamento individual das pessoas do que propriamente das instituições: a atração pelas lideranças. Não estou falando aqui da ânsia do poder, que pode muito bem vir a ser um grave erro de julgamento

Quem aponta ou o que aponta? II Além da atração mórbida pela suntuosidade dos grandes empreendimentos humanos, sempre existiu um outro erro de julgamento que marcou presença na igreja ao longo da sua existência. Para ser sincero, este é mais um erro de julgamento individual das pessoas do que propriamente das instituições: a atração pelas lideranças. Não estou falando aqui da ânsia do poder, que pode muito bem vir a ser um grave erro de julgamento

Jesus ensina a orar III Naamã era comandante do exército do Rei da Síria, muito prestigiado por este. Porém, era leproso. Aconselhado por uma jovem escrava de Israel, procurou ajuda junto ao profeta Eliseu. Ao chegar à porta da casa do profeta, este, que já sabia do caso, simplesmente mandou-lhe um mensageiro lhe dizer para banhar-se sete vezes no rio Jordão. Naamã ficou indignado com esse tratamento,

Jesus ensina a orar III Naamã era comandante do exército do Rei da Síria, muito prestigiado por este. Porém, era leproso. Aconselhado por uma jovem escrava de Israel, procurou ajuda junto ao profeta Eliseu. Ao chegar à porta da casa do profeta, este, que já sabia do caso, simplesmente mandou-lhe um mensageiro lhe dizer para banhar-se sete vezes no rio Jordão. Naamã ficou indignado com esse tratamento,

Texto fora do contexto Não sei se acontece somente comigo, mas a verdade é que eu estou sendo constantemente afrontado nas minhas opiniões com textos bíblicos completamente fora do contexto em que o assunto tratado está inserido.

Texto fora do contexto Não sei se acontece somente comigo, mas a verdade é que eu estou sendo constantemente afrontado nas minhas opiniões com textos bíblicos completamente fora do contexto em que o assunto tratado está inserido.

Pinterest
Pesquisar