O quadrado azul_almada Negreiros

O Quadrado Azul aparece em 1917 sob a forma de um folheto e apresenta-se constituído por um único parágrafo, extenso e compacto, de cerca de vinte páginas impressas.

Antinous (um longo poema erótico e homossexual), de Pessoa, escrito em 1915 e publicado pela primeira vez em 1918, num opúsculo individual. (in Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Português)

Antinous (um longo poema erótico e homossexual), de Pessoa, escrito em 1915 e publicado pela primeira vez em num opúsculo individual. (in Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Português)

Manifesto Anti-Dantas, 1915 publicado no segundo número da Revista Orpheu

O Manifesto Anti-Dantas e por extenso de Almada Negreiros, publicado em 1915 por ocasião da estreia da peça de teatro "Soror Mariana Alcoforado" de Júlio Dantas.

nome de guerra_almada Negreiros

Almada Negreiros – Wikipédia, a enciclopédia livre

Athena, Revista de Arte. Revista dirigida por Fernando Pessoa e Ruy Vaz, da qual só saíram cinco números, entre outubro de 1924 e fevereiro de 1925. Surge no seguimento da linha de orientação do Orpheu, constituiu um símbolo do Modernismo português, devendo-se o seu interesse literário maioritariamente aos textos de Pessoa.

Tertúlia Bibliófila: “Athena” e Fernando Pessoa – apontamentos para o estudo das revistas literárias em Portugal

Portugal Futurista (1917) Uma revista portuguesa da qual só saiu um número.  A revista pretendia ser a voz impressa do Futurismo em Portugal .

Capa da revista Portugal Futurista, de Com a influência do Manifesto de Marinetti, esta publicação, da responsabilidade de Santa-Rita Pintor, incluia textos de vários modernistas portugueses e estrangeiros que davam a conhecer o movimento futurista.

Orpheu, fascículo n.º 1,  Janeiro–Fevereiro–Março de 1915

número da revista Orpheu. A revista literária publicada em Lisboa no ano de


Mais ideias
Pinterest
Pesquisar