José Vital Branco Malhoa (1855 - 1933)

José Vital Branco Malhoa - was a Portuguese painter, designer and…

Portrait of Fernando Pessoa, painted by Almada Negreiros

Portrait of Fernando Pessoa, painted by Almada Negreiros

MANUEL CARGALEIRO -"sem título" - pintura sobre painel de 12 azulejos

MANUEL CARGALEIRO -"sem título" - pintura sobre painel de 12 azulejos

José de Almada Negreiros: Arte nuevo, estampa de circo Blanco y Negro, núm. 2.026, 16 de marzo de 1930 Acuarela, gouache y tinta sobre cartón, 447 x 344 mm / Citer le book d'Alfonso

José de Almada Negreiros: Arte nuevo, estampa de circo Blanco y Negro, núm. 2.026, 16 de marzo de 1930 Acuarela, gouache y tinta sobre cartón, 447 x 344 mm / Citer le book d'Alfonso

«Maternidade», óleo sobre madeira,1948. José de Almada Negreiros.

«Maternidade», óleo sobre madeira,1948. José de Almada Negreiros.

Bemdito homem que foi na verdade Rei! O Mestre que quere que eu seja Mestre! Eu acho que todos os livros deviam chamar-se assim: «O lial conselheiro»! Não achas, Mãe? O Mestre escreveu o que sabia--por isso ele foi Mestre. As palavras tornaram presentes como o Mestre fazia atenção. Estas palavras ficaram escritas por causa dos outros tambem. Os outros aprendiam a ler para chegarem a Mestres--era com esta intenção que se aprendia a ler antigamente. ~ Almada Negreiros, A Invenção do Dia Claro

Bemdito homem que foi na verdade Rei! O Mestre que quere que eu seja Mestre! Eu acho que todos os livros deviam chamar-se assim: «O lial conselheiro»! Não achas, Mãe? O Mestre escreveu o que sabia--por isso ele foi Mestre. As palavras tornaram presentes como o Mestre fazia atenção. Estas palavras ficaram escritas por causa dos outros tambem. Os outros aprendiam a ler para chegarem a Mestres--era com esta intenção que se aprendia a ler antigamente. ~ Almada Negreiros, A Invenção do Dia Claro

« Figura de mulher com pandeireta »  Guache sobre papel,1938  José de Almada Negreiros (1873 - 1970 )

abdlaziz

« Figura de mulher com pandeireta » Guache sobre papel,1938 José de Almada Negreiros (1873 - 1970 )

"Que os anjos discriminadores da queda não se iludam. Não há números. Tudo começa e acaba no um." PINTAR O SETE, ensaios sobre almada negreiros por Lima de Freitas 1965 | Espólio Almada Negreiros

120 anos de Almada Negreiros

"Que os anjos discriminadores da queda não se iludam. Não há números. Tudo começa e acaba no um." PINTAR O SETE, ensaios sobre almada negreiros por Lima de Freitas 1965 | Espólio Almada Negreiros

Pinterest
Search