PORTUGAL - Portuguese artists - Paintings and Sculptures

Pintura e Escultura - A arte em Portugal
J.Eliseu (filho) -  " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) - " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) -  " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) - " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) -  " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) - " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) -  " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) - " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) -  " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

J.Eliseu (filho) - " ...A par deste trabalho surge a paixão pela pintura paisagística, retratos de um Portugal quase desaparecido, costumes do mundo rural praticamente inexistente, descambando de quando em vez por outros temas, desde o retrato ao monumental consoante a necessidade de evasão e de inspiração, fazendo por vezes algumas “surtidas” ao campo da pintura intervencionista." ...

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Gina Marrinhas Nasceu em 1950 em Macinhata do Vouga, concelho de Águeda, distrito de Aveiro Estudou em Aveiro e Lisboa A sua necessidade de aperfeiçoamento levaram-na até Fundação Calouste Gulbenkian em Aveiro e à Cooperativa Artística Árvores, onde frequentou durante cinco anos, aulas de pintura com o Mestre Alberto Péssimo. Frquentou o atelier do mestre É sócia do Aveiroarte

Pinterest
Pesquisar