As 10 melhores praias fluviais em Portugal

Para todos aqueles que gostando da praia, não descuram do ar fresco do campo, deixamos aqui o nosso TOP 10 das melhores praias fluviais em Portugal.
10 Pins2 Followers
Frequentemente procuramos longe, aquilo que de facto, se encontra diante nós… Nesta afirmação nada é mais verdadeiro, acentando que nem uma luva, no lugar que passamos a descrever. Inserida na Serra do Açor, num micro clima proporcionado pela Mata da Margaça, encontramos a cascata de Fraga da Pena.

Frequentemente procuramos longe, aquilo que de facto, se encontra diante nós… Nesta afirmação nada é mais verdadeiro, acentando que nem uma luva, no lugar que passamos a descrever. Inserida na Serra do Açor, num micro clima proporcionado pela Mata da Margaça, encontramos a cascata de Fraga da Pena.

É junto à Foz do Rio Alva, de águas puras e cristalinas, envolto numa vegetação luxuriante, que encontramos a praia fluvial do Vimieiro em Penacova. Inserida no complexo das aldeias do Xisto, a praia do Vimieiro é o lugar ideal para todos os que pretendam um contacto pleno com a natureza.

É junto à Foz do Rio Alva, de águas puras e cristalinas, envolto numa vegetação luxuriante, que encontramos a praia fluvial do Vimieiro em Penacova. Inserida no complexo das aldeias do Xisto, a praia do Vimieiro é o lugar ideal para todos os que pretendam um contacto pleno com a natureza.

Situada em plena Vila de Arcos de Valdevez, é nas margens do Rio Vez que encontramos a praia da Valeta é o destino ideal durante o Verão, quer seja para um mergulho ou para um picnic, esta bela praia é ideal para quem procura momentos de lazer e descontração em família.

Situada em plena Vila de Arcos de Valdevez, é nas margens do Rio Vez que encontramos a praia da Valeta é o destino ideal durante o Verão, quer seja para um mergulho ou para um picnic, esta bela praia é ideal para quem procura momentos de lazer e descontração em família.

É entre as ermidas de Nossa Senhora da Piedade e o Castelo da Lousã, na ribeira de S. João, que encontramos a praia fluvial Srª da Piedade. Aqui neste éden refundido dos olhares mais desatentos poderá descansar, sonhar e quem sabe ouvir o soluçar apaixonado da Princesa Peralta.

É entre as ermidas de Nossa Senhora da Piedade e o Castelo da Lousã, na ribeira de S. João, que encontramos a praia fluvial Srª da Piedade. Aqui neste éden refundido dos olhares mais desatentos poderá descansar, sonhar e quem sabe ouvir o soluçar apaixonado da Princesa Peralta.

Inserida num antigo vale glaciar, no contexto do Parque Natural da Serra da Estrela, a praia fluvial de Loriga em Seia é um santuário onde se respira descontração e serenidade.  Finalista das 7 maravilhas de Portugal na categoria de praias fluviais, esta praia de águas puras e cristalinas, tem vindo a ser ano, após ano, galardoada como praia de Ouro pela organização ambientalista QUERCUS.

Inserida num antigo vale glaciar, no contexto do Parque Natural da Serra da Estrela, a praia fluvial de Loriga em Seia é um santuário onde se respira descontração e serenidade. Finalista das 7 maravilhas de Portugal na categoria de praias fluviais, esta praia de águas puras e cristalinas, tem vindo a ser ano, após ano, galardoada como praia de Ouro pela organização ambientalista QUERCUS.

É junto à aldeia presépio de Piodão, próximo da Serra do Açor, que encontramos a praia fluvial Foz D’Égua. É nesta bela praia serrana que confluem a ribeira de Piodão e de Chãs, que por sua vez, correm em direcção ao Rio Alvoco.  Foz D’Égua é daqueles lugares, que por mais que descrêvamos, os adjectivos continuam a ser insuficientes para a caracterizar, por isso, o melhor que tem a fazer é ir e tirar as suas próprias conclusões.

É junto à aldeia presépio de Piodão, próximo da Serra do Açor, que encontramos a praia fluvial Foz D’Égua. É nesta bela praia serrana que confluem a ribeira de Piodão e de Chãs, que por sua vez, correm em direcção ao Rio Alvoco. Foz D’Égua é daqueles lugares, que por mais que descrêvamos, os adjectivos continuam a ser insuficientes para a caracterizar, por isso, o melhor que tem a fazer é ir e tirar as suas próprias conclusões.

Antiga Via Militar Româna entre Olissipo (Lisboa) e Mérida, é em Ponte de Sôr que encontramos a Barragem de Montargil, um dos mais belos aquíferos do Alto Alentejo. Aqui na imensidão da paisagem que se revela aos nossos olhos, percebemos porque é que o Alentejo é cada vez mais considerada uma das mais belas regiões do mundo.

Antiga Via Militar Româna entre Olissipo (Lisboa) e Mérida, é em Ponte de Sôr que encontramos a Barragem de Montargil, um dos mais belos aquíferos do Alto Alentejo. Aqui na imensidão da paisagem que se revela aos nossos olhos, percebemos porque é que o Alentejo é cada vez mais considerada uma das mais belas regiões do mundo.

É junto à antiga região de Myrtilis, assim conhecida na época romana, que encontramos Mértola, aqui, junto à desactivada mina de São Domingos, encontramos uma das mais belas praias do interior alentejano, a praia fluvial da Tapada grande. De grande afluência durante a época estival, a Tapada Grande, construída em 1982 para abastecer o concelho de Mértola, nada fica a dever às praias costeiras a que estamos habituados.

É junto à antiga região de Myrtilis, assim conhecida na época romana, que encontramos Mértola, aqui, junto à desactivada mina de São Domingos, encontramos uma das mais belas praias do interior alentejano, a praia fluvial da Tapada grande. De grande afluência durante a época estival, a Tapada Grande, construída em 1982 para abastecer o concelho de Mértola, nada fica a dever às praias costeiras a que estamos habituados.

Alimentada pelas águas do Tejo a praia fluvial da Quinta do Alamal em Gavião, proporciona um ambiente único, onde a natureza em estado puro, nos convida a desfrutar intensamente deste lugar.  Bordejando o extenso areal que cobre esta praia encontramos um frondoso bosque de amieiros, freixos e salgueiros.

Alimentada pelas águas do Tejo a praia fluvial da Quinta do Alamal em Gavião, proporciona um ambiente único, onde a natureza em estado puro, nos convida a desfrutar intensamente deste lugar. Bordejando o extenso areal que cobre esta praia encontramos um frondoso bosque de amieiros, freixos e salgueiros.

É sobre as margens do Rio Nabão, que encontramos a piscina natural do Agroal em Ourém. Representando uma das nascentes deste Rio, as suas águas límpidas e frias de origem termal, são desde há muito conhecidas pelos seus poderes medicinais, sendo por isso de muita frequência.

É sobre as margens do Rio Nabão, que encontramos a piscina natural do Agroal em Ourém. Representando uma das nascentes deste Rio, as suas águas límpidas e frias de origem termal, são desde há muito conhecidas pelos seus poderes medicinais, sendo por isso de muita frequência.

Pinterest
Search